Graviola Verdadeira

Novidades

Graviola Verdadeira

Preço: R$ 45,00
Fabricante:  Próprio
Modelo:  Ref000
Disponibilidade:  Em Estoque


A GRAVIOLA VERDADEIRA  tem uma espécie de “espinhos” em volta do fruto. De polpa suculenta e sabor um pouco ácido, mas muito agradável. Existe variações falsas desta planta com frutos de baixa qualidade e de difícil identificação. Geralmente são frutos lisos e sem sabor.
Rica em Potássio. Contém boas doses de Cálcio, Fósforo e Vitaminas C. 
Os frutos são consumidos in natura, em forma de sucos e sorvetes.

GRAVIOLA  - Apesar de estar aqui há muito tempo e ser popular nas regiões norte e nordeste do país, somente nos últimos anos tornou-se mais conhecida entre os brasileiros dos estados do Centro-Sul. Da família da Annonaceae, a mesma da fruta-do-conde, da cherimoia, da biribá, entre outras, a graviola (Annona muricata L.) foi trazida para cá pelos colonizadores portugueses no século XIV, embora deva ser dado aos exploradores espanhóis o crédito pela disseminação da planta pelas áreas tropicais do planeta. 
Sua origem, no entanto, é a América Central e os vales peruanos, com destaque para a produção da Venezuela, a maior entre os países da América do Sul. Por aqui, Alagoas, Bahia, Ceará, Pernambuco e Pará sobressaem no cultivo tradicional, tendo o oeste do estado de São Paulo como uma área que vem ganhando mais espaço no plantio da gravioleira na última década. 
Fruta aromática, com polpa branca, de sabor suave e levemente ácido, a graviola pode ser consumida naturalmente, mas é muito usada para a fabricação de doces, sucos, sorvetes e geleias. Rica em vitamina A, C e do complexo B, também contém cálcio, ferro, magnésio, potássio e fósforo. Diurética, a graviola ainda é dotada de propriedades que evitam espasmos, disenterias e problemas de nevralgia. 
O fruto pode chegar a dez quilos, como a variedade morada, que apresenta rendimento de 40 quilos de polpa por ano no auge da produção – aos seis anos de idade. Crioula, lisa e blanca são outras opções com bom desenvolvimento. Sítios e chácaras são locais onde a planta pode ser cultivada, como também em pomares caseiros. 
Entre as principais pragas que atacam a gravioleira destacam-se a broca-do-fruto, a broca-do-tronco e a broca-da-semente. A antracnose é a doença fúngica que mais afeta a planta. Quando a fruteira estiver infectada por insetos ou doenças, o mais indicado é consultar um profissional habilitado para obter as orientações de controle necessárias. 
Matéria de: Marco Antonio Tecchio e José Emílio Bettiol Neto, pesquisadores do IAC-APTA – Centro de Fruticultura do Instituto Agronômico.
ATENÇÃO: Existem variações falsas desta planta com frutos de baixa qualidade, ruins para o consumo e de difícil identificação. Geralmente são frutos lisos e sem sabor.

Tamanho da muda: 1 metro aproximadamente.

Mudas seminais

Inicia a produção em 2 a 3 anos.

 

 

Dados
Tipo Mudas seminais
Tamanho 80 cm

Mais Vendidos

NÃO REALIZAMOS ORÇAMENTO POR ESTE FORMULARIO!